Daniela



No princípio do verão de 2012, eu estava parando em uma pousada na praia. Era um pequeno paraíso.

Em um daqueles dias, lembro de não ter acordado muito bem. Estava naqueles momentos em que ficamos introspectivos, remoendo pensamentos.

Resolvi sair do quarto e sentei-me à beira da piscina, com o notebook no colo, concentrada em sabe se lá o quê.

De repente, vejo surgir uma menina de cabelo bagunçado, com seus 7 ou 8 anos.

Ela me observava timidamente e, aos poucos, foi se aproximando. - Qual é seu nome? Ela perguntou. - Patrícia, respondi. - E o seu? - É Daniela. 

A partir daí, comecei a indagar sobre a vida dela e continuamos uma longa conversa, enquanto ela corria atrás do gato da pousada e fugia, gritando de medo, quando ele corria de volta atrás dela.

Ela devorou quase todos os biscoitos de chocolate que eu estava comendo e, em troca, me ofereceu umas bolachas Maria que foi buscar em seu apartamento.

Depois de algum tempo, disse a ela que iria me recolher, pois iria encontrar meu namorado em seguida.

Nos despedimos e retornei ao meu quarto. Após algum tempo, ouço alguém bater na porta. "Deve ser meu namorado", pensei comigo.

Abro a porta e lá estava Daniela, que ligeiramente se agarrou forte em minha cintura dizendo: "Eu te amo, minha amiga!"

Lembro que meus olhos se encheram de lágrimas, enquanto eu a abraçava de volta e retribuía as palavras sinceras e carinhosas.

Em um dia em que minha fé no amor, na pureza e na espontaneidade das pessoas estava abalada, Daniela a trouxe de volta para mim, e, naquele momento, tudo pareceu fazer sentido. 

Nunca mais a vi e sei que, provavelmente, nunca mais irei, mas, sempre que dúvidas e tristezas tomam conta de mim, lembro de Daniela e sorrio.

Patrícia Pinheiro

Blog Widget by LinkWithin


Comentários via facebook

25 comentários:

  1. Crianças realmente são lindas! Elas têm essa capacidade de nos fazer olhar a vida com mais simplicidade e então nos fazer sorrir. Ela realmente têm um dom!

    http://thisiskeyko.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Keyko. Nelas encontramos muito da simplicidade e da espontaneidade que acabamos perdendo ao longo do caminho. Acho que é por isso que as amo tanto e adoro tê-las por perto!

      Excluir
  2. Que lindo, que pureza. Adoro crianças. Quer pessoa mais espontânea?
    Bjs!
    www.doceilusao.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Katy. É tão raro convivermos com tamanha espontaneidade e pureza, que elas chegam a emocionar e virar texto! hehe

      Excluir
  3. Que lindo.. Essas crianças são tão inocentes, mas tão sinceras em relação ao que sentem. Não deveríamos perder isso depois de que nos tornamos adultos, a sinceridade, pureza, espontaneidade, entre outras coisas deveriam estar sempre ali, né??

    Beijos
    http://garotaeseuslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Ana Cristina. É uma pena que perdemos muito de tudo isso, por isso que é tão bom conviver com crianças, né? *-*

      Excluir
  4. Adorei a reflexão, a Daniela parece ter sido uma criança linda, também me fez lembrar de algumas lembranças parecidas que tenho! A foto também é linda, é de sua autoria?
    Beijos e seguindo de volta!

    www.centraldaleiturablog.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Vanessa :) Acho que todos nós já conhecemos ou já fomos uma Daniela, né? A foto não é de minha autoria, mas achei que tinha tudo a ver com a crônica :)

      Beijos e obrigada!

      Excluir
  5. Adorei a crônica, vc escreve mt bem, parabéns!!

    Amei o blog, estou seguindo! Segue de volta?
    http://livroinfinito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Camila! *-*
      Claro, já vou visitar e seguir também!

      Beijos!

      Excluir
  6. Nossa adorei os seus textos,são ótimos!
    Vou fazer um post,sobre seus textos no blog :3
    Seguindo,segue de volta?
    Instagram::::@oi_gabriella
    http://rresenhando-nuvens.blogspot.com.br/
    Tenha um bom fim de semana amiga!
    Sucesso no blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida, muito obrigada, que honra! *-*
      Vou conhecer seu blog, conferir a publicação e seguir de volta!

      Muito obrigada mesmo por reservar um pouco do seu tempo para prestigiar meus textos e dividir com os seus leitores também, saibas que é uma imensa alegria para mim!

      Beijos!

      Excluir
  7. O link da divulgação do seus textos
    http://rresenhando-nuvens.blogspot.com.br/2014/02/divulgandopatricia-pinheiro-textos.html

    ResponderExcluir
  8. Amei o texto! Estou seguindo aqui!
    http://dez-pra-meia-noite.blogspot.com.br/2014/02/projeto-maio-o-mes-das-maes.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom saber! Muito obrigada :D
      Vou visitar seu blog e seguir também!

      Beijos!

      Excluir
  9. Que liiiiiiinda *-* vc escreve mtoooo bem, parabéns. Vou mandar o link do teu blog p algumas amigas ver, pois sei que vão gostar.
    To seguindo aqui e curti a fan Page flor, pode retribui?
    Blog: http://ingridegoes.blogspot.com.br/
    Fan page: http://goo.gl/hNmEGx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, Maya! Muito obrigada pelo carinho *-* Depois me diz o que elas acharam, ta?

      Retribuindo :)
      Beijos!

      Excluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Ouun. Sim, a Bah leu mesmo e achou fofo.
    Fucei seu blog e obvio que estou te seguindo (a partir de hoje, mas estou). Sempre que escrever algo, me grita. Aparece lá sempre que quiser; p tomar um chá e lermos um pouco, rs...
    Este texto me soprou paz; gostei da maneira que vc escreve. ;)

    http://sacudindoasideias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Bah!
      Que alegria saber que meu texto te trouxe paz! :)
      Certamente irei visitar o seu sempre também, adorei!

      Beijinhos!

      Excluir
  12. Você escreve muito bem,parabéns,adorei...seguindo bjux

    http://cecilia-reis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi, Patrícia!
    Ah que lindo! Só uma criança mesmo, pura, inocente, para nos fazer acreditar nas coisas simples de vida, nos gestos simples :)

    Beijos
    Rayssa
    http://diariosdleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. É verdade, Rayssa, por isso é tão bom tê-las por perto! :)

    Beijos!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar, sua opinião é muito importante para mim!
Se tiver um blog, não deixe de colocar o link para que eu possa visitá-lo também.